Biomassa de Banana Verde

Alimentação e Saúde Infantil - Nutrição consciente desde a infância

k3437149A banana verde é rica em protetores da mucosa estomacal, vitaminas e amido resistente, substância semelhante às fibras alimentares.

O amido resistente tem como principal caracteristica não alterar os indices de glicemia do nosso organismo, ou seja, não interferir na ação da insulina.

É facilmente digerido pelas bactérias benéficas da nossa flora intestinal, auxiliar em casos de constipação, anti-inflamatório e capaz também de aumentar a sensação de saciedade alimentar.

Em “Potencial vitaminico da banana verde e seus produtos derivados” (Borges et al, 2004) constatou-se que a banana verde possui ainda vitaminas B1,  B6, β-caroteno e vitamina C.

Receita 1

Farinha de Banana Verde

1. Lave as bananas com casca, uma a uma, utilizando sabão. Enxague bem;

2. Descaque e corte em rodelas;

3. Forre uma assadeira com papel vegetal.

4. Leve ao forno em temperatura de média para baixo, deixando a porta semiaberta.

5. Asse por cerca de 30 a 40 minutos, virando as rodelas para que assem de maneira…

View original post mais 337 palavras

Anúncios
Publicado em Informações | Publicar um comentário

PAPINHA DO BEBÊ: Receitas caseiras de alimentos de desmame (Farinhas nas papinhas) – parte II

Alimentação e Saúde Infantil - Nutrição consciente desde a infância

Processamento de farinhas de cereais ou de leguminosas germinadas

Farinhas de cereais

Em alguns países africanos são preparados pelo menos 20 tipos diferentes de farinhas e produtos à base de cereais germinados e fermentados.

As suas utilizações são múltiplas, mas servem nomeadamente para a preparação do prato familiar principal, a preparação de bebidas consumidas como refeições ligeiras, papas para bebês e alimentos destinados aos doentes.

whatconsumer.co.ukPara germinar os cereais

É necessário limpar os grãos completos e depois demolhá-los em água durante um dia.

Escorrem-se em seguida os grãos e colocam-se num saco de juta ou noutro recipiente, de seguida cobrem-se com um tecido apropriado que conserve a umidade.

Os cereais úmidos são então armazenados num local escuro durante dois ou três dias, até os grãos começarem a germinar.

Os grãos germinados secam-se ao sol antes de serem moídos.

Conforme o uso, a moagem dos cereais é feita antes ou depois…

View original post mais 849 palavras

Publicado em Informações | Publicar um comentário

Alfarroba: O chocolate bom para o bebê!

Alimentação e Saúde Infantil - Nutrição consciente desde a infância

favim.comAlfarroba – carob – é uma espécie de “chocolate” que só faz bem, desde que consumido conforme as recomendações de Paracelsus*. 

É naturalmente doce, e rica em vitaminas A, D e do complexo B, boa dose de cálcio, potássio, zinco, cobre, manganês e fibras, além de apenas 1/3 das calorias do chocolate tradicional.

A cocção de sua polpa serve para aliviar dores por gastrite ou úlcera, azia, diarreia ou refluxo gastroesofágico.

Suas fibras, aliadas á pectina, impedem que o conteúdo estomacal ácido retorne pela garganta, ocasionando em vômitos.

Pectina é uma espécie de gel solúvel em água, que protege o organismo de infecções bacterianas. Auxilia a digestão, ajuda a limpar e aliviar irritações estomacais, e do esôfago, e em tratamentos da diarreia. 

A alfarroba também tem lignanas, fitoestrógenos indicados na menopausa, que protegem contra o câncer.

São antivirais, antifúngicas, antibacterianas e anti-inflamatórias.

sementes de alfarrobaE cadê ela?

Típica das regiões mediterrâneas, é ainda pouco…

View original post mais 483 palavras

Publicado em Informações | Publicar um comentário

Receitas da Naoli!

receitinhas da melhor Bruxa da atualiade…

Publicado em Informações | Publicar um comentário

Hora de dormir. Amém

Hora de dormir. Amém.

Publicado em Informações | Publicar um comentário

65c4ee81aa3d62bc1294cccb1f8760e3

Imagem | Publicado em por | Publicar um comentário

“Quando uma mãe beija seu bebê, recolhe amostras dos germes patógenos que estão no rosto do bebê a ponto de serem ingeridos. Os órgãos linfoides secundários da mãe, como as amídalas, e as células “b” de memória são reestimuladas. Estas células “b” migram até as mamas da mãe onde se produzem os antibióticos específicos que seu bebê precisa”.

Lauren Sompayrac, autora de How The Immune System Works (Como trabalha o Sistema Imunológico)

Citado em Why Mothers Kiss Their Babies ( Por que as Mães Beijam a seus Bebês) de Judie Rall na Revista Birthing Magazine.

http://www.birthunlimited.ca/parenting/23-why-mothers-kiss-their-babies.html —

1669718_716908698327436_214297156_o

Publicado em Informações | Publicar um comentário